Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Signo de Câncer

(22/6 – 21/7)

signo-de-cancerRegente: Lua (instável e sentimental…)
Elemento: Água (sensível, imaginativo, sentimental)
Qualidade: cardeal (pioneiro, líder)

 

 

Não há nada mais revitalizante ou calmante do que chegar em casa, tirar o sapato que apertou o pé o dia inteiro e tomar um banho de sais na banheira. Depois correr atrás de comidinha – se possível fazer aquela receita favorita. Parece que voltamos ao útero da mãe, de tão confortados que nos sentimos.

Se isso é verdade para o comum dos mortais, para um canceriano é três vezes mais verdadeiro. Eles são muito ligados à intimidade, no sentido de lugar ou estado em que podemos ser nós mesmos com conforto e nos protegermos do resto do mundo. Por isso são extremamente caseiros e tentam replicar ao máximo sua casa no resto do mundo.

Observe a mochila/bolsa/carro de uma pessoa desse signo. Eles carregam a casa junto, quase que literalmente: nécessaire gigante com tudo que é coisa dentro, roupa sobressalente (“vai que chove e eu me molho!”), lanchinhos, o livro que estão lendo e se bobear até um cobertorzinho.

Não é à toa que o símbolo do signo é um carangueijo, o bicho que carrega a casa consigo.
A necessidade de se sentir confortados faz com que eles se sintam sem rumo se estão em ambiente desconhecido. Perder a referência de lar é dramático pra eles. Só tem um tipo de coisa que os tira de casa: situações que tratem de firmá-lo mais na sociedade, tradicionais. É muito comum casarem-se cedo ou com a pessoa que namoram já faz uns dez anos. Também ficam espertos no movimento da empresa ou do meio em que trabalham, para que possam aproveitar as melhores oportunidades e crescer.

Eles têm um faro incrível para nutrir os outros, justamente porque são muito bons em nutrir a si mesmos com mimos e paparicos. Justamente por conta dessa habilidade de nutrir, é muitíssimo raro ver um canceriano cozinhar mal. Cuidar, então, é com eles mesmos. Os signos mais independentes tendem a achá-los grudentos, de tanto que eles se sentem na obrigação de cuidar dos outros.

E é aí que o canceriano se dá mal: quando se doa demais. Esse signo tende a se esgotar em prol do outro sem fazer questão de receber qualquer recompensa (e talvez por isso seja comumente associado à maternidade). Quando fica descompensado e a vida não segue do jeito que ele quer, não entende por que… Mas é porque a energia que ele poderia direcionar para ele mesmo acaba indo para os pais, os irmãos, os filhos, o casamento, cuidar da casa, daquele amigo que sempre precisa de dinheiro emprestado etc. etc. Tudo isso (ao mesmo tempo) vem na frente enquanto ele mesmo fica por último.

E, como não vê nada retornando pra si, fica se sentindo fraco e carente – principalmente carente. E poucos signos vão dar conta de aguentar o mimimi. Em razão disso, o canceriano começa a descontar a frustração ficando preso em casa e/ou comendo. Obviamente, isso não resolve o problema, mas é o jeito que eles inconscientemente encontram de tentar se conectar com algo que lhes traga conforto.

Nos relacionamentos, o canceriano é estável porque é muito sentimental e se apega às pessoas. É difícil fazer com que ele termine um relacionamento. Quando o faz, parece que tem alguém colocando uma arma nas costas dele. Porém, quando o relacionamento é feliz, ele consegue dar ao outro o que tem de melhor: o seu amor e o seu cuidado. A pessoa que está com ele se sente a última bolacha do pacote! Sexualmente, ele precisa de um vínculo sentimental para se satisfazer de verdade. E adora investir em preliminares, como expressão do cuidado que naturalmente transborda de si.

Câncer e os outros signos

  • Áries: tende a explorar o canceriano até a última gota. Profissionalmente, pode até dar liga se o canceriano não for besta.
  • Touro: os dois são estáveis e precisam exageradamente de conforto pra viver. Se dão super bem em tudo, mas a tendência é que, para o canceriano, a relação dos dois seja melhor no nível da amizade.
  • Gêmeos: rápido e desprendido demais para os padrões cancerianos. Mas não se estranham.
  • Leão: chama a atenção do canceriano pelo lado da beleza e da altivez. Pode rolar uma troca de favores: o canceriano ensina o leonino a dar mais valor ao outro, ao mesmo tempo em que aprende a botar mais fé no seu taco.
  • Virgem: o canceriano acha que só mesmo um virginiano para entendê-lo, já que ele presta atenção em tudo…
  • Libra: ah, como o libriano pode ser tão equilibrado? O canceriano se sente em casa e confortado com um desses espécimes por perto. Mas assusta e não entende quando eles explodem nas suas causas justiceiras.
  • Escorpião: a possessividade escorpiana soa, para o canceriano, como proteção. Eles nem ligam e se apaixonam, de quebra.
  • Sagitário: independente demais, só pensa em estudar, será que ele mora num hotel? Como pode? São essas as indagações que passam pela mente do canceriano ao ver um sagitariano. Mas até que os dois fazem uma equipe azeitada de trabalho.
  • Capricórnio: o símbolo do mais puro status é tudo que o canceriano quer da vida. Ele só não pode se iludir achando que tudo será um mar de rosas, especialmente quando o chefinho chega tenso em casa.
  • Aquário: o canceriano não entende como alguém pode não fazer questão de ter uma referência social e chega mesmo a gostar de ser do contra. Mas é justamente por isso que pode rolar uma atração fatal.
  • Peixes: a visão ampla do pisciano ajuda o canceriano a ver o mundo físico e o extracorpóreo sem sair de casa. Quer coisa melhor?